.: Polo da Moda – O melhor da moda no Ceará e no Brasil :.

Livros de Moda

Papiers à la mode – 400 anos de história da moda em papel

21 de janeiro de 2010 por redação em Livros de Modacom 0 Comentários

Acompanhando a exposição Papiers à la Mode – cuja autoria é da artista belga Isabelle de Borchgrave, com colaboração da figurinista canadense especializada em ópera, Rita Brown – , apresentada no Museu de Arte Brasileira da FAAP entre outubro e novembro de 2008, o livro apresenta cerca de quatrocentos anos da história da moda por meio de trajes de personagens célebres, criações de estilistas ou pelas vestes anônimas de cada momento, todos confeccionados apenas com papel.

A exposição já passou pelo Victoria & Albert Museum, em Londres e pelo Fashion Institute of Technology, em Nova York.

Isabelle de Borchgrave estudou na Academie Royale e no Centre dês Arts Decoratifs de Bruxelas. Há trinta anos dedica-se às artes. Em 1994, deu início ao projeto Papiers à la mode com a designer canadense Rita Brown, e hoje é uma autoridade no uso desse material.

Somente dois tipos de papel são utilizados por Isabelle de Borchgrave: o papel de embrulho comum, também usado pelas costureiras para cortar moldes, e o papel fino, prensado, normalmente utilizado para limpeza de lentes e instrumentos óticos. Usando apenas tintas e a técnica de tromp l’oeil, Isabelle reproduz com perfeição tecidos, bordados e estampas de vestes históricas. Já Rita Brown é responsável por dar forma tridimensional às peças.

A artista belga consegue transformar o papel em diferentes tecidos por meio de procedimentos como pintura, plissagem, modelagem e colagem, utilizando sobreposição de camadas de tintas, pincel, carimbo e estêncil.

O resultado é tão próximo da realidade que, à primeira vista, tem-se a impressão de que o intuito é meramente fazer um tour pela história da moda. Mas é bem mais do que isso. Nestas pinturas transformadas em esculturas, aparecem questões sobre a passagem do tempo, o envelhecimento do tecido, a transitoriedade do papel, a impermanência da moda, entre outras.

Como diz o texto de Denise Pollini, no catálogo da exposição: “ao recriar modelos significativos da história da moda no papel, retirando, como a própria Isabelle afirma, a morbidez da memória do corpo que os habitou e a lembrança da perda, ela retira também o aspecto frenético da moda e nos apresenta a possibilidade da contemplação. (…)

Como se pudéssemos parar por um instante o carrossel delirante da moda e, na superfície, dar-nos a conhecer o vestido abajur de Poiret, as múltiplas cores de seda plissada de Fortuny, a sutileza de um padrão, de um dobra”.

“Ao recriar um modelo, Isabelle nos apresenta a verdade secreta presa à superfície, à espera de um olhar atento para revelar-se.”

De fato, a superfície não deve ser desprezada, pois ela é capaz de nos revelar uma infinidade de coisas. Aqui, vale lembrar a célebre frase de Oscar Wilde: “Somente as pessoas superficiais não julgam pelas aparências. O mistério do mundo está no visível, não no invisível.”


Para saber mais sobre o livro clique na imagem:

papiers a la mode


Para mais informações clique www.submarino.com.br


Fonte pesquisa: Biti Averbach

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Comentários Recentes
  • Cleide: As roupas são até boazinhas , Mas isso para o consumidor final. Porque para quem tem loja e revende a marca, é assim eles lançam 4 coleções no ano...vendem e para o logista. O logista compra e tem que fazer PROMESSA COLOCAR NAS ORAÇÕES PEDIR PARA TODOS OS SANTOS para a Turma da Malha poder entregar a mercadoria. Primeiro chega os boletos vc começa pagar, e depois vem as dores de cabeça....porque a mercadoria não chega na sua loja. Ai vc liga lá na Fabrica, Na empresa MISS TRM TURMA DA MALHA NO CEARA E COMEÇA A DESFEITA, COM SUA CARA. AS ATENDENTES RESPONSÁVEIS ALINE , CLEBIANA, QUE DEVERIA TRATAR O CLIENTE (LOGISTA) QUE COMPRA A COLEÇÃO E PAGA O SALÁRIO DELAS. ELAS TRATAM SUPER MAU , COM ARROGÂNCIA E SE VC RECLAMA PEDE PARA QUE JUSTIFIQUEM TANTO ATRASO NA ENTREGA, OU A FALTA DE PEÇAS QUE NÃO VEIO , ELAS SIMPLESMENTE DESLIGA O TELEFONE NA SUA CARA. AI VC LIGA NOVAMENTE PEDE PARA FALAR COM UM ALGUÉM SUPERIOR NA ESPERANÇA DE APENAS TER UM SOLUÇÃO. A RESPONSÁVEL PELAS DEPARTAMENTO DE VENDAS AO LOGISTA SRA. CLEBIANA TE TRATA IGUAL OU PIOR QUE A PRIMEIRA ATENDENTE. AS ROUPAS DA TURMA DA MALHA NÃO SÃO AS MELHORES ,MAS TAMBÉM NÃO SÃO AS PIORES. MAS A EMPRESA EM FORTALEZA ESTÁ COM OS PIORES FUNCIONÁRIOS. TODOS SEM PREPARO E SEM EDUCAÇÃO. SE CONTINUAR ASSIM ESSA EMPRESA VAI PELO MESMO CAMINHO DE OUTRAS QUE JÁ TIVERAM NO TOPO, E POR ESSES MOTIVOS FORAM PARA SARJETA. PARA QUEM PRETENDE UM DIA REVENDER TURMA DA MALHA, MUITO CUIDADO. PORQUE VC COMPRA A MERCADORIA DELES E ELES TE MANDA O QUE ELES BEM QUISER E QUANDO QUISER. E VC NÃO PODE RECLAMAR. VC COMPRA A COLEÇÃO VERÃO E RECEBE NO OUTONO/QUASE INVERNO. SEMPRE PAGUEI MINHAS CONTAS EM DIA, NÃO DEVO NADA PARA NENHUM FORNECEDOR. É POR ISSO MINHA INDIGNAÇÃO COM ESSA QUE É A PIOR EMPRESA NO RAMOS DE CONFECÇÃO.
    Ver Post
  • Dilma Costa da Silva: Sou revendedora de várias marcas de confcçoes, e minhas clientes sempre perguntam pela marca dimental, Gostarias que os senhores entrassem em contato comigo para melhores informaçoes. 92 81695532 e( 81695532 warisap). DILMA em 26/10/2013
    Ver Post
  • claudia Luna da Silva: Eu gostaria de revender essa marca pois ja sou vendedora de algumas marcas e me falta esse ,pois ja vi pessoas usando e gostei muito.Gostaria de saber onde encontrar.Se ja tem representante da marca em Manaus. Cláudia Luna
    Ver Post
  • liliane: eu adoro as roupas da rkides meus 3sobrinhos usa agora nasceu uma menina e eu gostaria de ver a coleçao para criança de 1ano
    Ver Post
  • ODACIR ZORZETTO: OLA TRABALHO NA AREA DE VENDA A MAIS DE DEZ ANOS GOSTARIA DE SABER SE VOCES JA TEM REPRESENTANTE NO ESTADO DO MATO GROSSO. ATT. ODACIR ZORZETTO
    Ver Post